Pela defesa do respeito à liberdade

ARTIGOS

Publicações • Pesquisas • CCR na mídia

Artigos de Margareth Arilha

Margareth Arilha
 
10/8/2011

 

• O goleiro Bruno e a gravidez de Eliza: outro lado da história (2/8/2010) 
Correio Braziliense

• A saúde pública e a legalização do aborto (3/7/2010) 
Jornal da Tarde

 • Opinião sobre Aborto Margareth Arilha e Padre Onildo Gorla Junior (26/6/2010) 
odiario.com Maringá

 • A carnificina das mulheres (25/6/2010) 
O Estado de São Paulo

 • Notas sobre um mistério (6/12/2009) 
Estado.com.br

 • Campanha pró-aborto de feto sem cérebro pressiona STF a decidir este ano (24/9/2009) 
Emilio SantAnna Do G1, em São Paulo

• Anencefalia de volta à pauta do STF (9/7/2009) 
Correio Braziliense

 • Tratado com Vaticano gera críticas e faz Câmara convocar audiência (28/6/2009) 
Estado.com.br

• Mais de 200 pessoas participam de Encontro realizado pelo Instituto Avon (26/6/2009) 
Jornal de Itupeva

 • CARAS DO BEM: Os direitos da mulher (24/6/2009) 
Portal CARAS

• Morte de meninas mães (15/6/2009) 
Jornal da Tarde

 • Morte por aborto é maior entre negras (29/5/2009) 
O Estado de São Paulo

 • Casos de gravidez na infância crescem com abusos sexuais (27/5/2009) 
Estado.com.br

 • Seminário discute mortalidade materna e direitos humanos no Brasil (27/5/2009) 
Da Agência Brasil

 •Seade: gravidez na infância cresce com violência sexual (27/5/2009) 
Estado.com.br

 • Gravidez.com, o comércio de útero na internet (22/5/2009) 
Revista Isto É

 • Médico diz que não fazer aborto em menina de 9 anos seria omissão (11/3/2009) 
UOL Notícias

 • Vítima de abuso terá atendimento especial (7/3/2009) 
Estado.com.br

 • Pela ordem 28/02 - Pílula liberada (28/2/2009) 
Jornal de Jundiai

 • TJ libera pílula do dia seguinte em SP (19/2/2009) 
Estado.com.br

 • Ação contra a lei da pílula será votada hoje (18/2/2009) 
Jornal de Jundiai

 • TT julga ação contra veto à pílula do dia seguinte (18/2/2009) 
Rede Bom dia Jundiai

 • Duas cidades paulistas proíbem distribuição da pílula do dia seguinte na rede pública (15/12/2008) 
Globo Online

• Dilemas e paradoxos no segundo dia do Ciclo de Debates “Democracia, Estado Laico e Direitos Humanos” (4/12/2008) 

• Pílula do dia seguinte só em caso de violência (12/11/2008) 
Jornal de Jundiai

 • Pílula do dia seguinte em julgamento (7/11/2008) 
Jornal de Jundiai

 • Justiça autorizou aborto em 54% das ações em casos de anencefalia (1/9/2008) 
Estado de São Paulo

 • Entidades vão ao MP contra proibição da pílula do dia seguinte em Jundiaí (1/5/2008) 
Jornal Bom dia Jundiaí

 • A proibição vai parar no MP (1/5/2008) 
Jornal de Jundiaí

 • Cena Política - Pela Ordem (19/4/2008) 
Jornal de Jundiaí

 • Lei proíbe pílula do dia seguinte (12/4/2008) 
Estado de São Paulo

 • Cai número de jovens grávidas (12/9/2007) 
Estado de São Paulo

 • ENTREVISTA MARGARETH ARILHA NO PROGRAMA DO JÔ (19/4/2007) 
Programa do JÔ

• Entrevista CLAM - Margareth Arilha (17/4/2007) 
Reprodução na desigualdade socialRepensar as políticas de saúde reprodutiva tendo em vista a desigualdade social brasileira e ampliar o diálogo com a sociedade civil são, segundo Margareth Arilha, diretora do Prosare, os dois grandes desafios neste segundo mandato do governo Lula.

• Entrevista ao Estado de São Paulo (12/3/2007) 
Pesquisadora em saúde reprodutiva e direitos da mulher, a psicóloga Margareth Arilha é entrevistada pelo jornal O Estado de São Paulo em 11 de março de 2007 para o Aliás.

 • Entrevista com Margareth Arilha ao Estado de São Paulo (11/3/2007) 
A ordem é avançar. Ou avançar


A SAÚDE PÚBLICA E A LEGALIZAÇÃO DO ABORTO

Recente pesquisa desenvolvida pela ANIS e pela Universidade de Brasília, mostrou que 1 em cada 7 mulheres de até 40 anos já realizou aborto ; se consideradas apenas as mulheres de 35 a 49 anos, esta relação cai para 1 em cada 5 mulheres. Foram ouvidas 2002 mulheres entre 18 e 39 anos, das capitais brasileiras e de municípios acima de 5000 habitantes, excluindo-se aquelas mulheres que viviam em áreas rurais e analfabetas. Os dados indicaram que o aborto é mais freqüente entre as mulheres com menor nível de escolaridade, não havendo no entanto diferenças em função das religiões adotadas.

Margareth Arilha 
Pesquisadora do NEPO e diretora executiva da Comissão de Cidadania e Reprodução.
 

Leia mais [+]

 

 
Voltar

ASSUNTOS MAIS PROCURADOS

JUNTE-SE A NÓS

SAIBA MAIS